Ativore Guia Fiscal – Guia para Investimentos no Exterior | EUA e Offshore

Vagner Quito, Head of International Tax Services - 16 de setembro de 2020

Após seis anos da primeira publicação e mais de 50 artigos publicados em nosso blog, tendo o reconhecimento de clientes e leitores como um material de grande relevância e de fácil entendimento, a Ativore anuncia a publicação do seu primeiro Guia Fiscal focado em brasileiros que investem ou pretendem investir no exterior.

Este guia foi idealizado para apoiar desde investidores que possuem dúvidas introdutórias sobre tributação internacional a investidores que já são experientes, mas que ainda assim precisam de um material de alta qualidade para melhor apoio nas temáticas patrimoniais, tributárias, sucessórias e de compliance internacionais.

Reunimos uma coletânea com os vinte e dois principais artigos escritos pela equipe da Ativore International Tax e publicados em nosso blog, distribuindo-os em quatro seções, de forma a construir a linha de entendimento tributária e sucessória ideal para um investidor internacional.

 

1. Planejamento tributário para investidores nos EUA

Primeiro passo ao decidir investir internacionalmente, o planejamento tributário se mostra uma ferramenta fundamental para que a carga fiscal sobre os rendimentos seja reduzida ou até mesmo eliminada, se mostrando um dos principais fatores de sucesso neste processo. 

Veja abaixo um exemplo do impacto que o planejamento tributário pode ter em uma carteira de investimentos no valor de US$ 500,000, com rentabilidade de 9% ao ano, oriunda da valorização dos ativos internacionais.

Planejamento tributário - Investir no Exterior

Percebe-se que há uma economia de 1,1%, elevando a rentabilidade líquida total de 7,6% para 8,7% ao ano (pós impostos e custos de estrutura internacional), valor este que se torna expressivo ao considerar o retorno do investimento no longo prazo.

Importante mencionar que o planejamento tributário visa, além de maior eficiência tributária e eficiência no processo sucessório (próximo tópico):

  1. Aumentar a Proteção Patrimonial dos Investidores, evitando que eventuais litígios no Brasil ataquem esses bens no exterior ou que eventuais perdas nestes ativos ataquem os bens do investidor localizados no Brasil;
  2. Simplificar as Obrigações Acessórias brasileiras, reduzindo a possibilidade de erros por apresentação das declarações de IRPF e CBE-BACEN ou cálculo incorreto de impostos sobre rendas ou ganhos de capital no exterior.

Nesta seção do Guia você encontrará as principais questões tributárias a serem consideradas ao decidir investir no exterior.

 

2. Planejamento Sucessório para investidores nos EUA

A sucessão patrimonial tornou-se um dos principais tópicos nos planejamentos financeiros familiares. Questões como destinação da herança, impostos de sucessão e o processo de transferência de patrimônio devem ser levados em consideração para definir a melhor estratégia a seguir, garantindo a continuidade do patrimônio familiar, preservação do capital investido e redução de conflitos familiares. Desconhecer as nuances sucessórias do país onde se investe pode gerar grandes prejuízos e dilapidação do patrimônio. Nesta seção serão abordados os impactos sucessórios (no Brasil e nos EUA) ao possuir patrimônio internacional, como as estratégias mais eficientes para facilitar a passagem do patrimônio aos seus herdeiros.

Considerando o mesmo exemplo de investimento, no valor de US$ 500,000 nos EUA, veja abaixo as vantagens de um planejamento sucessório adequado ao seu perfil familiar, gerando economia em impostos e redução de procedimentos para passagem dos bens aos herdeiros.

Vantagens do Planejamento Sucessório

3. Obrigações tributárias no Brasil para investidores no exterior

Além de uma forma eficaz de proteção patrimonial e aumento de rentabilidade, os investimentos internacionais podem gerar algumas obrigações fiscais, societárias e regulatórias no Brasil e no país onde está localizado o investimento. Este bloco de artigos visa apresentar todas as obrigações que um investidor internacional deve cumprir para com as autoridades fiscais e monetárias do Brasil, como também expor as estratégias mais eficientes de racionalização tributária ao efetuar retiradas de capital de estruturas internacionais.

 

4. Gestão tributária para investidores nos EUA

Ao investir no exterior é importante se atentar a todas as nuances tributárias e sucessórias do país onde se está realizando o investimento. Deixar de cumprir com as obrigações locais pode reduzir de forma significativa os benefícios da estratégia de investimentos e comprometer os direitos dos investidor. Nos artigos desta seção, apresentamos a principal obrigação do investidor internacional para com o governo norte-americano e destacamos os principais cuidados ao realizar uma Declaração de Imposto de Renda nos EUA.

Ativore International Tax – Invista no exterior e nós cuidamos do seu patrimônio

O crescente interesse dos segmentos private wealth pela diversificação internacional enfrenta barreiras, como a escassez de informações e de aconselhamento qualificado, devido à complexidade de gerir obrigações fiscais em vários países envolvendo múltiplos prestadores de serviços.

Desenhamos e implementamos estratégias de racionalização tributária e planejamento sucessório para investidores no exterior, respeitando simultaneamente as legislações e os enquadramentos fiscais dos países de residência e de localização de seus investimentos.

Clique aqui e conheça mais sobre nossos serviços  de Planejamento e Gerenciamento Tributário Internacional.

 


Autor

Vagner Quito – Sócio e Head da Ativore International Tax

Sócio responsável pela área de planejamento tributário e gestão do Compliance Fiscal, Societário e Sucessório de cerca de 100 estruturas internacionais, que totalizam mais de R$500 milhões de reais em investimentos. 10 anos de experiência em estruturação e gestão de empresas, sendo os últimos 4 dedicados exclusivamente a área internacional.

Conheça aqui a equipe de gestão da Ativore.

Comentários

Nenhum comentário para esse post.

Adicionar comentário